Prótese Dentária

Prótese Dentária

Cuida da recuperação das coroas dentais e da reparação de espaços decorrentes de extrações. Especialização na confecção de coroas, próteses dentárias fixas, removíveis ou próteses totais e de próteses sobre implantes.

Próteses são aparelhos utilizados em substituição aos dentes ausentes que podem ser fixas ou retiradas e recolocadas na boca. Embora leve algum tempo para que a pessoa consiga se habituar a utilizá-las e embora não sejam exatamente iguais aos dentes naturais, atualmente elas oferecem uma aparência mais natural e maior conforto quando comparadas a aquelas de alguns anos atrás.

Existem dois tipos principais de próteses: totais (dentaduras) ou parciais, que podem ser fixas ou removíveis. Seu dentista irá ajudá-lo a escolher o tipo de prótese mais apropriado, dependendo do número de dentes a ser substituídos e o custo do tratamento.

No caso de próteses totais, uma base acrílica da cor da mucosa bucal se apóia sobre sua gengiva. A base da prótese superior cobre todo o palato (céu da boca), enquanto que a prótese inferior é confeccionada em formato de “U”, a fim de permitir espaço livre para acomodar sua língua.

As próteses são feitas sob medida em parceria entre o dentista e o técnico em prótese dental, a partir de moldes tirados de sua boca. Seu dentista irá determinar qual dos três tipos de próteses descritas abaixo é o melhor para você.

Para evitar problemas bucais e estragos precoces na prótese é necessário manter uma rotina de cuidados higiênicos. Aconselha-se utilizar uma escova de cerdas ultra-macias no momento da escovação e reforçar a limpeza com fio e enxaguante bucal, eliminando alimentos acumulados e a placa bacteriana.

A perda de apenas um dos dentes pode ser um grave problema na fase adulta da vida, já que compromete a mastigação, a dicção e a própria estrutura bucal. Quando apenas um dente é perdido, os dentes naturais que ainda fazem parte da arcada dentária acabam se readequando para suprir essa lacuna criada pela ausência de um dente. Essa leve movimentação natural, com o tempo, pode acarretar diversos problemas bucais e, até mesmo, alterar a fisionomia, devido à movimentação dos ossos faciais, podendo afetar também as articulações da mandíbula.

O ideal é que um dente perdido, independente do motivo, seja substituído o mais rápido possível por uma prótese unitária, evitando que ocorram essas modificações negativas na estrutura bucal decorrente da perda de um único dente.

Além de comprometer a saúde, a falta de apenas um dente pode desencadear problemas de autoestima e de relacionamento, tanto pessoais quanto profissionais, já que a insatisfação com a própria aparência pode ser responsável pelo isolamento social, afetando diretamente a qualidade de vida.

Quem pode ter uma prótese unitária?

Qualquer pessoa que perdeu um dente pode optar pela inserção de uma prótese unitária e a escolha do tipo mais adequado de prótese pode ser feita pelo próprio paciente em conjunto com o odontologista responsável pelo tratamento, após a realização de uma análise minuciosa sobre a saúde bucal do paciente.

Uma das formas de utilizar a prótese unitária se a raiz for perdida é utilizando os dentes naturais vizinhos a essa lacuna como apoio para sua sustentação. Esses dentes naturais são desgastados para que a prótese, que nada mais é do que uma coroa fique perfeitamente encaixada em seu espaço, chamada de prótese parcial fixa.

Outra opção é um pino de titânio que será implantado no osso para que a prótese fique fixada. O implante do pino de titânio é realizado no próprio consultório odontológico, com a utilização de anestesia local. Após a inserção desse pino é necessário aguardar o período de osseointegração, que consiste no total envolvimento do pino de titânio pelo osso. Desta forma se evita o desgaste de dentes vizinhos.

Esse processo de solidificação dura cerca de 3 a 6 meses e somente após esse período de cicatrização a prótese é colocada, evitando que exista qualquer tipo de mobilidade prejudicial para a saúde bucal. Essa prótese unitária é normalmente fabricada em porcelana ou resina, pois esses materiais possuem características visuais muito similares a de um dente natural. Esse método possibilita a reinserção de um dente sem que seja necessário realizar qualquer tipo de modificação nos demais dentes naturais.

Porque é necessário utilizar uma prótese unitária?

A falta de um dente pode prejudicar a higienização, comprometendo a saúde bucal, já que o acúmulo de bactérias é o principal motivo que desencadeia doenças periodontais que, inicialmente, atingem a gengiva, mas podem chegar até o osso, agravando o problema e comprometendo a estrutura bucal. A prótese unitária deve receber o mesmo tratamento de higienização que os demais dentes, com escovação diária e utilização de fio dental e enxaguante bucal. O mais indicado, para não comprometer a prótese, é utilizar uma escova dental com cerdas extramacias.

A não utilização de uma prótese unitária para suprir a ausência de um dente pode comprometer a fala e a mastigação, além de que essa lacuna se torna um local ideal para o desenvolvimento de bactérias prejudiciais para a saúde.

Coroas E-max são coroas (revestem os dentes), livres de metal e portanto, transmitem uma maior naturalidade aos dentes de porcelana. O material é desenvolvido na Ivoclar Vivadent, empresa Suíça, e atua com uma tecnologia de adaptação e conformação estética incríveis.

As Coroas E-max são feitas com o melhor material disponível no mercado, o que a torna a melhor opção estética disponível hoje, tanto para dentes posteriores (do fundo), quanto para os anteriores (da frente). São livres de metal e portanto, não possuem uma borda escura, muito comum em coroas com metal. A ausência de metal também possibilita uma correta passagem da luz pelo dente, mimetizando a beleza apenas encontradas em dentes naturais perfeitos.

Coroas de E-max são puras obras de arte, e são utilizadas tanto para reconstrução de apenas um dente quanto para montagem de sorrisos inteiramente novos. Hoje, com a crescente demanda estética, o sorriso perfeito se tornou possível e mais acessível, com o uso deste material. Juntamente com tecnologia de computação gráfica para desenho dos dentes, e impressoras 3D, estes trabalhos estão sendo fabricados com precisão milimétrica, polimento perfeito, cor ideal, estética impecável e tempo/custo reduzidos.

Novas próteses podem parecer estranhas e desconfortáveis durante as primeiras semanas ou até meses. Alimentar-se e falar com a prótese pode exigir um pouco de prática. É comum ter-se a sensação dos dentes salientes ou soltos, enquanto os músculos de suas bochechas e língua se habituam a segurar a prótese no lugar. O fluxo excessivo de saliva, a sensação de que a língua não tem lugar certo para ficar e uma pequena irritação ou ulceração não são incomuns. No caso de irritação, consulte seu dentista, e lembre-se, não é correto se acostumar com lesões causadas por essas próteses, se seu aparelho te machuca procure o seu dentista para que ele vá adaptando o aparelho protético à sua cavidade bucal.

Durante um certo período de tempo, sua prótese precisará ser reajustada, refeita ou recolocada devido ao desgaste normal. Recolocar significa fazer uma nova base, mantendo os dentes existentes na prótese. Também, com o passar do tempo, sua boca muda naturalmente. Estas mudanças fazem com que sua prótese fique solta, dificultando a mastigação e irritando a gengiva. Você deve consultar seu dentista, no mínimo uma vez ao ano, para uma avaliação, estas próteses não devem ser utilizadas por mais de cinco anos.

Restabelecer a saúde bucal e recuperar a confiança na hora de sorrir, mastigar e falar é algo necessário para manter a autoestima sempre elevada, assim como a qualidade de vida. Quando ocorre a perda de um dente, é aconselhável a colocação de uma prótese unitária, que irá devolver o conforto e a estética natural.

Para realizar a colocação de uma prótese unitária, é necessário fazer uma avaliação prévia das condições bucais, onde o dentista irá analisar a saúde da raiz e outros detalhes. Entenda:

A prótese unitária consiste na colocação de um único dente artificial, visando restabelecer o sistema mastigatório, a estética e evitar problemas com desequilíbrios nos músculos e articulações da mandíbula. A prótese pode ser confeccionada nos mais diversos materiais como coroa metálica, metalocerâmica, resina ou porcelana, deixando um resultado extremamente natural.

Se a raiz do dente não estiver saudável, será necessário realizar um implante e somente depois a prótese será instalada.

Se houver a perda de um único dente e este não for substituído, ocorrerá um desequilíbrio no sistema mastigatório que pode resultar em: problemas na fala, disfunção na mandíbula, alteração nos músculos da bochecha e movimentação dos outros dentes.

Além disso, a falta de um dente pode prejudicar a higienização, comprometendo a saúde bucal que estará vulnerável à problemas como gengivite, cáries e tártaro.

Prótese Total Imediata

A prótese total imediata é instalada imediatamente após a extração dos dentes remanescentes. (Seu dentista tira as medidas e faz as moldagens de seus ossos maxilares durante uma consulta). Embora as próteses imediatas ofereçam a vantagem de você não ficar sem os seus dentes, elas precisam ser reajustadas nos meses subseqüentes após a sua instalação. A razão para isto é que o osso no qual os dentes estavam inseridos sofre uma mudança após a cicatrização, fazendo com que a prótese fique sem estabilidade.

Prótese Parcial Removível

A prótese parcial removível consiste em uma estrutura metálica que se apóia nos dentes naturais e rebordo (osso e tecido). Algumas vezes, são colocadas coroas sobre alguns dos dentes naturais e que servem como apoios para a prótese. Essas próteses devem estar bem ajustadas em todos os tecidos e não deve causar lesões em sua boca. Próteses parciais removíveis oferecem uma alternativa móvel para as pontes e é possível conseguir boa estética e função e com essa modalidade protética.

Prótese Unitária

Hoje em dia, todos querem ter um sorriso bonito. Quando ocorre o contrário, por exemplo, na perda de um dente, principalmente na fase adulta, traz consequências que podem diminuir a autoestima da pessoa. Para essas situações, uma solução é recorrer para a prótese unitária. Os dentes naturais são desgastados para que seu formato se encaixe perfeitamente na prótese, que nada mais é que uma coroa.

Outro método consiste em suporte que é implantado na base óssea, que deve estar em condições de recebê-lo e funcionam como raiz da prótese. O implante é feito em titânio e é colocado por meio de cirurgia realizada no próprio consultório. Para que se solidifique na base óssea é necessário aguardar pelo menos 5 meses e, após esse período, é colocada a prótese, feita de porcelana e encaixada no implante. Dessa forma, substitui-se o dente perdido, sem necessidade de mexer em outros dentes saudáveis.

Nesses dois procedimentos, tanto a prótese unitária do tipo coroa, como na prótese com pinos, os dentes seguem a coloração dos outros dentes naturais e seu formato será o mais próximo do dente perdido.

Prótese Total Convencional (dentadura)

A prótese total convencional é colocada em sua boca depois que os dentes remanescentes foram extraídos e os tecidos cicatrizarem. A cicatrização pode demorar vários meses, período que exigirá um reembasamento da prótese que será instalada, de forma a diminuir as cargas que incidirão sobre o tecido. As etapas de confecção da prótese devem ser aprovadas por você paciente e pelo seu dentista, desde a cor, formato e tamanho dos dentes que serão utilizados. É interessante apresentar ao seu dentista fotos que mostrem como eram seus dentes para que ele tenha um parâmetro na confecção deste aparelho. Não é recomendável que paciente durma todos os dias com este aparelho, já que a salivação durante a noite é reduzida e isso pode favorecer o aparecimento de fungos e bactérias, neste período a prótese pode ser colocada em um recipiente com água. A higienização das próteses deve ser feita pós- refeições.

Dentaduras

As dentaduras consistem em substituições sob medidas para dentes ausentes e podem ser retiradas e colocadas novamente na boca. Embora a adaptação às dentaduras seja um pouco demorada e não seja comparados aos dentes naturais, as dentaduras atuais possuem aparência natural e estão mais confortáveis que nunca.

Benefícios das DENTADURAS

A substituição de dentes faltantes melhorará a sua aparência e o seu sorriso. Sem o suporte da dentadura, os músculos faciais decaem, fazendo com que a pessoa pareça mais velha. As dentaduras podem auxiliar a comer e falar mais confortavelmente.

Principais dicas de cuidado bucal para DENTADURAS

É importante cuidar das dentaduras, para que estas durem. Veja algumas dicas a seguir:

Não deixe que as dentaduras sequem – Coloque-as em uma solução de imersão de limpeza de dentaduras. Nunca utilize água quente, o que pode fazer com a dentadura fique deformada.

Escovar as dentaduras diariamente removerá os alimentos e a placa dental, ajudando a prevenir manchas.

Escove a gengiva, a língua e palato todas as manhãs com uma escova de cerdas macias antes de inserir a dentadura. Isso estimula a circulação nos tecidos e ajuda na remoção de placa.

Consulte seu dentista em caso de quebra, corte, rachaduras ou afrouxamento da dentadura. Não tente ajustá-la por conta própria – isso pode danificá-la de forma irreparável.

Formas de pagamento

Para sua comodidade disponibilizamos diferentes formas de pagamento. Opções de parcelamento para tratamentos Odontológico.

Atendimento Particular
part-visa
part-master
part-amex
part-dinners
part-boleto
part-elo
Planos Odontológicos
seg-sulamerica
seg_porto
seg-amil-dental
seg-inter
seg_dental
seg-amil

Você gostaria que nossa equipe ligue para você?

ATENDIMENTO

Escolha a melhor Forma de Atendimento

Ou se preferir entrar em contato por telefone: (11) 3258-9004